Escolha uma Página
Regras Espaço Viva Consciente 03/02/2020

Regras Espaço Viva Consciente 03/02/2020

Horário para refeições na sala Multiuso

Das 11h30 até às 14h30

Atente-se ao horário, pois a sala multiuso é fechada após as 14h30 para limpeza e outras atividades.

  • É importante lembrar que a sala de descompressão está muito próxima, por isso pedimos a colaboração de todos para evitar barulhos e conversas altas que possam atrapalhar quem quer descansar

Horário dos exercícios de Mindfulness

Não é necessário agendamento prévio.
Os encontros acontecem às terças-feiras às 8h30 e às quintas-feiras às 15h

Nutrição

Consultas com a equipe de Nutrição

As consultas acontecem quinzenalmente, às segundas e quartas-feiras, e agendamento deve ser feito pelo e-mail: nutricao@5aessence.com.br

Fisioterapia

Ginastica laboral

Acontecem às segundas e quartas-feiras no período da tarde

Quickmassage

O agendamento de Quickmassage deve ser feito através do e- mail: vivaconsciente@5aessence.com.br às sextas-feiras a partir das 9h*.

Os atendimentos ocorrem de segunda à sexta-feira em horários alternados.

*O agendamento deve ser feito pelo próprio colaborador. A Agenda abre às sextas-feiras a partir das 9h, por isso, os e-mails recebidos antes do horário serão desconsiderados. Em caso de feriados, a agenda será aberta na quinta-feira às 9h.

A tolerância de atraso é de 5 minutos, e o tempo de atraso é descontado da duração da massagem. Não é permitido o agendamento para terceiros e nem ceder horários. Caso não possa participar, é importante informar com antecedência, devido a lista de espera.

Definição de Saúde Mental

Definição de Saúde Mental

A Organização Mundial de Saúde afirma que não existe definição “oficial” de saúde mental. Diferenças culturais, julgamentos subjetivos, e teorias relacionadas concorrentes afetam o modo como a “saúde mental” é definida. Saúde mental é um termo usado para descrever o nível de qualidade de vida cognitiva ou emocional. A saúde Mental pode incluir a capacidade de um indivíduo de apreciar a vida e procurar um equilíbrio entre as atividades e os esforços para atingir a resiliência psicológica. Admite-se, entretanto, que o conceito de Saúde Mental é mais amplo que a ausência de transtornos mentais”

O QUE É SAÚDE MENTAL?

1. Saúde Mental é o equilíbrio emocional entre o patrimônio interno e as exigências ou vivências externas. É a capacidade de administrar a própria vida e as suas emoções dentro de um amplo espectro de variações sem contudo perder o valor do real e do precioso. É ser capaz de ser sujeito de suas próprias ações sem perder a noção de tempo e espaço. É buscar viver a vida na sua plenitude máxima, respeitando o legal e o outro. (Dr. Lorusso);

2. Saúde Mental é estar de bem consigo e com os outros. Aceitar as exigências da vida. Saber lidar com as boas emoções e também com as desagradáveis: alegria/tristeza; coragem/medo; amor/ódio; serenidade/raiva; ciúmes; culpa; frustrações. Reconhecer seus limites e buscar ajuda quando necessário.

3. Os seguintes itens foram identificados como critérios de saúde mental:
1. Atitudes positivas em relação a si próprio
2. Crescimento, desenvolvimento e autorrealização
3. Integração e resposta emocional
4. Autonomia e autodeterminação
5. Percepção apurada da realidade
6. Domínio ambiental e competência social;

Considerada a maior campanha do mundo em prol da construção de uma cultura da Saúde Mental na humanidade, o Janeiro Branco nasceu para tornar realidade o ideal de um mundo mais saudável em relação a tudo o que diz respeito à subjetividade dos indivíduos.

É preciso falar sobre Saúde Mental, convidando as pessoas a cuidarem de si e da saúde do próximo, contribuindo para um mundo com mais sentidos, mais harmonia e mais culturas saudáveis para as mentes, os corpos e as relações sociais de todos.

É preciso falar sobre Saúde Mental e ensinar os indivíduos a pensarem sobre as condições pessoais, sociais, materiais, culturais, subjetivas e objetivas nas quais vivem, nas quais se relacionam e nas quais reproduzem as suas existências.

http://www.saude.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=1059

6 Dicas para manter a saúde mental, segundo a Organização Pan-Americana da Saúde

6 Dicas para manter a saúde mental, segundo a Organização Pan-Americana da Saúde

Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) é uma organização internacional especializada em saúde. Criada em 1902, é a mais antiga agência internacional de saúde do mundo, dedicada a melhorar as condições de saúde dos países das Américas. 

Pensando em promover a importância de manter a saúde mental, a organização elaborou 6 dicas muito essenciais e importantes, que vêm de encontro com o tema que o projeto Viva Consciente está abordando, o Janeiro Banco, confira:

  • Pratique exercícios
  • Aproveite passeios livres com a família e amigos
  • Durma 8 horas por dia
  • Converse sobre os seus sentimentos com alguém de confiança
  • Procure ajuda de um profissional se for preciso
  • Mantenha uma alimentação saudável

 

https://www.paho.org/bra

Cuidar do Cérebro precisa ser uma prioridade

Cuidar do Cérebro precisa ser uma prioridade

  • O cérebro é um órgão muito especial por dois motivos. Em primeiro lugar, é um órgão que não pode ser transplantado e não pode ser tratado, como acontece com os pulmões. É um órgão que temos desde que nascemos, com os mesmos neurónios. Em segundo lugar, é no cérebro que residem as nossas emoções, a nossa inteligência e a nossa capacidade para tomar decisões. É a parte do corpo que nos distingue, à nossa natureza e à nossa maneira de ser. É o que faz com que cada um de nós seja a pessoa que é.

 

  • Sabemos que o nosso cérebro está programado para viver uma série de anos. Cada vez mais vivemos mais anos e isso é uma oportunidade no sentido em que podemos aprender mais coisas e podemos desfrutar da vida durante mais tempo, coisa que antes não acontecia, numa altura em que ter 60 ou 70 anos era sermos anciães. No entanto, também é um desafio porque, a cada cinco anos que ficamos mais velhos, a cada cinco velas a mais que colocamos no nosso bolo de aniversário, duplicam as probabilidades de termos algumas doenças, pelo que é muito importante que sejamos responsáveis pelo nosso próprio cérebro. Ele é um órgão do qual temos de cuidar com muito carinho, porque se não tomamos bem conta dele, estes anos a mais podem ser anos com pouca qualidade de vida. Se, ao contrário, cuidarmos bem dele, esses mesmos anos podem vir a ser anos de saúde e bem estar.

 

  • É no cuidado do cérebro que está a possibilidade de desfrutar da sua memória, da sua alegria ou do seu bem-estar físico, agora e durante mais tempo. A importância do cuidado do cérebro é tal que alguns países iniciaram campanhas nacionais de saúde cerebral ou planos estratégicos para prevenir o Alzheimer e a demência entre a terceira-idade.

 

  • Cuidar do cérebro não devia ser uma prioridade das pessoas mais velhas, mas sim das mais novas, por vários motivos. Em primeiro lugar, as pessoas que cuidam dos seus cérebros desde jovens têm menor risco de ter doenças quando são mais velhas, mas também porque se cuidamos do nosso cérebro enquanto somos jovens, desfrutamos de uma melhor memória, concentração e humor durante a vida. O principal inimigo que as pessoas jovens têm hoje em dia é o stress e a pressa. Sabemos que quando vivemos em stress, com demasiadas exigências e pressas, isso diminui a nossa capacidade de nos sentirmos bem e, além disso, erramos mais vezes na hora de pensar. As pessoas acreditam que quanto mais stress, melhor pensam sobre as coisas. O stress, as preocupações que vivemos quando temos 30 ou 40 anos, aumentam a nossa probabilidade de virmos a sofrer de doenças como o AVC e o Alzheimer.

 

  • Para prevenir e melhorar a saúde mental é fundamental a prática de exercícios mentais, como mindfulness, quebra-cabeças ou “sudokus”, “sair à rua, caminhar”.

 

  • São várias as alternativas, escolha a que mais se adapta a sua vida.
5 dicas para melhorar a sua qualidade de vida

5 dicas para melhorar a sua qualidade de vida

A respiração é fundamental para manter o bom funcionamento dos pulmões e de todo o corpo humano, sendo essencial para o nosso bem-estar. O sistema respiratório permite a troca de gases com o ar atmosférico, assegurando a concentração do oxigênio no sangue, necessária para as reações metabólicas do organismo, e em contrapartida servindo como via de eliminação dos gases residuais, como o gás carbônico. Também ajuda a regular a temperatura corpórea, o ph do sangue e a liberar água.

No mecanismo respiratório existe um músculo que separa o tórax do abdômen, chamado diafragma. Este músculo funciona como uma membrana, fazendo com que o abdômen se expanda e se comprima conforme a respiração.
Este mecanismo vai se perdendo com o passar dos anos e principalmente com o sedentarismo, de modo que em muitas pessoas é como se o diafragma não existisse mais, restando somente a respiração com a parte superior dos pulmões, o que a deixa mais rápida.

Respirar corretamente gera inúmeros benefícios ao organismo, como por exemplo, melhorar a digestão, eliminar as toxinas que se formam no corpo, equilibrar as funções orgânicas, ajudar a fortalecer organismos debilitados e combater até mesmo a ansiedade e a obesidade. Respirar lentamente pode ajudar a acalmar e a relaxar o organismo, diminuindo a frequência dos batimentos cardíacos.

Quando realizada de forma incorreta, pode ocasionar problemas a curto e longo prazo, além de resultar em noites mal dormidas, perda de paladar, desalinhamento dos dentes e problemas na face.

Para melhorar a sua respiração e garantir mais qualidade de vida, confira as 5 dicas:

  • Prestar muita atenção na respiração. Esta ação pode aumentar e melhorar as suas percepções;
  • Inspirar e expirar usando todo o sistema respiratório, ou seja, sinta o ar entrar pelo nariz, passar pelo peito, ir em direção ao baixo ventre e sair fazendo o caminho oposto;
  • Treinar a respiração diafragmática com frequência, ou seja, respirar profundamente, expandindo o diafragma e levando o ar rico em oxigênio até os pulmões bem expandidos. Com essa técnica consegue-se aumentar significantemente a capacidade volumétrica dos pulmões. Desse modo, todo o corpo é mais oxigenado, inclusive o cérebro;
  • Reserve 10 minutos do seu dia para respirar. Coloque suas mãos abaixo da costela, em cima do umbigo, inspire o ar pelo nariz, encha todo o tórax, tanto a parte de cima do peito quanto à parte da barriga. Depois solte o ar pela boca até que não consiga mais soltá-lo. Faça esse movimento durante dez minutos diários.
  • Fortaleça seus pulmões criando hábitos como caminhar ou correr

 

Fontes: http://www.rubenberta.com.br/noticias/a-importancia-da-respiracao

https://www.familia.com.br/3-tecnicas-e-dicas-para-respirar-melhor-que-poderao-salvar-sua-vida/

6 Benefícios de dormir bem

6 Benefícios de dormir bem

Dormir bem promove o fortalecimento da capacidade do organismo para combater infecções, ajudando a manter-se saudável. Durante o sono, o corpo produz proteínas extras que ajudam o sistema imune a ficar mais forte, principalmente em situações de estresse.

Outros benefícios de uma boa noite de sono incluem:

1. Redução do estresse

Durante o sono, o corpo diminui a produção de cortisol e adrenalina, ajudando a diminuir o estresse.

2. Controle do apetite

O sono ajuda a regular os hormônios que afetam e controlam o apetite, por isso quando se dorme mal, estes hormônios ficam desregulados e o apetite aumenta, levando a um desejo por alimentos ricos em calorias, gorduras e hidratos de carbono.

3. Melhora do humor

Pessoas que dormem bem durante a noite, andam mais contentes e bem-dispostas durante o dia. Pelo contrário, uma noite de sono insuficiente provoca agitação e mal humor no dia seguinte. Além disso, quando dormir mal se torna um problema crônico, pode causar transtornos de humor de longo prazo, como depressão ou ansiedade, por exemplo.

4. Ativação da memória

Dormir bem permite que o cérebro processe melhor as novas experiências e conhecimentos, melhorando a memória. Durante o sono, o cérebro processa e consolida as memórias do dia, por isso noites mal dormidas podem fazer com que as novas informações não fiquem armazenadas corretamente, prejudicando a memória.

5. Estímulo do raciocínio

Dormir mal afeta a cognição, atenção e a tomada de decisão e, por isso, pessoas que dormem mal têm maior dificuldade a resolver problemas de lógica ou matemática e a cometer erros como deixar as chaves na geladeira por acidente, por exemplo.

6. Rejuvenescimento a pele

Uma boa noite de sono ajuda a rejuvenescer a pele, diminuindo as rugas e linhas de expressão, pois durante a noite as células da pele renovam-se e descansam e é produzida melatonina que ajuda a prevenir o envelhecimento.

 

Saiba como melhorar a noite de sono, dormindo na posição correta, confira nos links abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=45sLiBQ6lNg

Fonte: https://www.tuasaude.com/os-beneficios-de-dormir-bem/